goo vimeo rss facebook

Câmara de Lamego paga mais rápido a fornecedores

A Câmara Municipal de Lamego diminuiu para 69 dias o prazo médio de pagamentos a fornecedores, enquanto que, em 2018, demorava 167 dias a efetuar estes pagamentos, contrariamente ao divulgado por lapso no Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2019. No mesmo período, a dívida total do Município também recuou 4 milhões e 175 mil euros, conforme mostra um recente relatório da Direção-Geral das Autarquias Locais (DGAL).
A melhoria significativa da situação financeira do Município de Lamego é justificada pelo Presidente Ângelo Moura com o facto de “Lamego estar agora com contas certas e a pagar a tempo e horas”. “Cortámos despesa supérflua e estamos, ao mesmo tempo, a concretizar um conjunto muito relevante de investimentos que vão melhorar a qualidade de vida de todos os lamecenses”.
O autarca ilustra o reforço do investimento municipal com o arranque, nos próximos dias, de duas intervenções de referência nas áreas da reabilitação urbana e do ambiente e sustentabilidade: o futuro Parque Urbano de Lamego, que criará a maior zona verde pública da cidade, e a conversão do antigo matadouro municipal num moderno Centro Cívico disponível para toda a comunidade. “São cinco milhões de euros de investimento que ajudarão a dinamizar o tecido económico local, num momento muito difícil”, destaca.

Magia do Natal regressa com Concurso de Montras

2020 112A magia do Natal vai regressar à cidade de Lamego pela mão da Câmara Municipal que volta a dinamizar a campanha "Natal, Comércio Tradicional" com o objetivo de incentivar os lamecenses a fazerem aqui as suas compras. Como primeira medida, durante a época mais festiva do ano, a autarquia convida os estabelecimentos comerciais da cidade, qualquer que seja o seu ramo de atividade, a participar no concurso "Montras de Natal" que selecionará as montras mais bonitas. A partir de 1 de dezembro, os estabelecimentos aderentes estarão decorados para a apreciação das pessoas. 
Na contagem decrescente para a noite mais familiar do ano, a cidade de Lamego também terá iluminação festiva e diversa animação de rua. 
Em breve, a Câmara Municipal de Lamego anunciará medidas adicionais de apoio direto ao comércio tradicional e à economia local, numa época em que por norma aumentam os hábitos de consumo.
A ficha de inscrição para os lojistas que desejam participar no concurso "Montras de Natal" já se encontra disponível em www.cm-lamego.pt e no Balcão de Atendimento do Município de Lamego. O período de inscrições termina a 30 de novembro. No final, serão atribuídos prémios aos três primeiros classificados.
 

Antigo matadouro dá lugar ao futuro Centro Cívico

O Município de Lamego vai transformar o antigo matadouro municipal num moderno Centro Cívico que estará disponível para toda a comunidade com um conjunto de novas funcionalidades. Com características arquitetónicas da primeira metade do século XX, o edifício encontra-se num estado de total abandono e ruína, servindo nas últimas décadas para depósito de diversos materiais e de veículos abandonados recolhidos na via pública. No futuro, o imóvel estará dotado das condições necessárias para acolher um novo espaço de encontro e de exposições que funcionará como alavanca de dinamização estratégica da zona envolvente.
O projeto de reabilitação do antigo matadouro municipal incidirá no corpo central do edifício e em duas alas laterais de menor porte, para além de um logradouro. O início desta intervenção está previsto para o próximo mês de dezembro e terá a preocupação de articular o futuro Centro Cívico com a envolvente urbana e paisagística, ligando-o aos restantes pontos estruturais da cidade através da articulação com a rede de transportes públicos. Estará ainda ligado ao novo Parque Urbano, a maior zona verde pública da cidade, que a Câmara Municipal de Lamego começará em breve a construir.
Adjudicada à firma "Manuel Pereira da Cruz & Filhos", pelo valor de 824 mil euros, mais IVA, esta obra é concretizada no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), cofinanciado em 85% pelo FEDER. Dado o interesse arquitetónico e urbanístico do imóvel, esta requalificação integra o Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU) da cidade de Lamego.

Feira Semanal regressa na quinta-feira

A Feira Semanal de Lamego vai regressar na próxima quinta-feira, dia 26, tendo os comerciantes que obedecer a um conjunto de normas de funcionamento específicas que garantem as adequadas condições de segurança e higiene.
Esta reabertura visa, sobretudo, reforçar a atividade económica e financeira do concelho, em condições que não prejudiquem a contenção do novo coronavírus. "Esta decisão tem em conta a necessidade de salvaguardar a saúde pública dos lamecenses. Atravessando-se, novamente, um período de forte constrangimento económico, fruto das medidas necessárias de combate à COVID-19, torna-se necessário desenvolver ferramentas de incentivo à recuperação do pequeno comércio e das atividades primárias", explica o Presidente da Câmara Municipal de Lamego, Ângelo Moura.

Município reinicia desinfeção da zona urbana

O Município de Lamego reiniciou esta quinta-feira, dia 19, a desinfeção das principais ruas e avenidas da zona urbana, com uma solução de água e produtos de desinfeção, não nocivos à saúde.
Como medida de precaução, esta operação de limpeza vai continuar durante as próximas semanas e incidirá nas zonas de maior circulação de pessoas com o objetivo de evitar a propagação do novo coronavírus.

Autarquia lança campanha "O NOSSO FUTURO DEPENDE DE SI"

Com o objetivo de sensibilizar os lamecenses para que adotem as atitudes cívicas necessárias no combate à propagação da COVID-19, a Câmara Municipal de Lamego acaba de lançar a campanha “O NOSSO FUTURO DEPENDE DE SI”. Esta ação de sensibilização já está na rua com a colocação de diversos outdoors e mupis, para além de ser dinamizada através das redes sociais.
Neste momento, verifica-se o agravamento da situação epidemiológica neste concelho, à semelhança do ocorrido no norte do país. Uma tendência que levou Lamego a integrar a lista de 191 concelhos em estado de emergência e que deve, por isso, obedecer a restrições mais apertadas. "Apelo de novo ao empenho e ao sentido de responsabilidade de todos os cidadãos para que cumpram escrupulosamente todas as regras com vista a impedir a evolução da pandemia. Todos somos responsáveis pela nossa proteção e pela proteção dos outros", sublinha o Presidente Ângelo Moura.

"Lamego Ajuda" garante apoio a mais de 220 famílias

Numa altura de agravamento da situação epidemiológica no país e no concelho, o programa “Lamego Ajuda" continua a levar medicação e bens alimentares de primeira necessidade a casa das pessoas. Até ao momento, este projeto dinamizado pelo Município de Lamego já prestou, gratuitamente, apoio social de emergência a mais de 220 famílias. São sobretudo idosos e doentes que sofrem de várias patologias como diabetes e hipertensão.
Em simultâneo, também está ativa uma linha de atendimento especializada, através da qual é prestado apoio e acompanhamento psicológico aos munícipes. À distância, é concedida ajuda na gestão do isolamento, ansiedade e angústia relacionados com o período da atual pandemia. Como medida complementar, são ainda efetuadas entregas domiciliárias de medicação hospitalar a residentes no concelho. Esta distribuição é realizada ao abrigo de um protocolo de colaboração estabelecido com o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD).
No quadro da atual ameaça à saúde pública, o programa "Lamego Ajuda" está disponível através dos seguintes contactos: tel: 254 095 000 e email: lamego.ajuda @cm-lamego.pt Funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30.

Comunicado da Câmara Municipal de Lamego

FACE 3O município de Lamego, com o número de casos de infeção por Covid-19 a acompanhar a tendência nacional e internacional de crescimento, passou a integrar a lista dos municípios considerados de risco elevado, entrando em vigor o Estado de Emergência a partir da próxima 2ª feira.
No sentido de contribuir para a mais eficaz contenção do surto Coronavírus COVID-19, para além das medidas previstas legalmente, o Município de Lamego decidiu encerrar, a partir de hoje, todos os equipamentos culturais, turísticos e desportivos, ficando suspensas todas as atividades e eventos programados, enquanto vigorar o estado de emergência.
O Mercado Municipal e o Parque Biológico da Serra das Meadas continuarão abertos nos horários impostos legalmente (encerramento aos sábados e domingos a partir das 13h00), sendo reforçado o controlo nas entradas e saídas dos mesmos.
A Feira Semanal de Lamego será preventivamente suspensa na próxima quinta-feira, dia 19.
Em função do evoluir da situação da propagação do vírus, das atualizações do Plano de Contingência do Município de Lamego e das recomendações da DGS, poderão ser implementadas novas medidas de caráter excecional.
Já este fim de semana, estão previstas diversas ações de controlo por parte da Polícia de Segurança Pública e Guarda Nacional Republicana, com maior ênfase nos principais acessos da cidade.
Renovamos o apelo para que todos os Munícipes adotem um comportamento sereno e responsável, por forma a que o Concelho de Lamego possa tão rápido, quanto possível, sair do estado de emergência.
Em Lamego as restrições, incluindo as que condicionam os horários dos estabelecimentos comerciais e de restauração, só entrarão em vigor às 00h00 horas do dia 16 de novembro, recomendando-se vivamente a restrição de circulação na via pública.
A Câmara Municipal de Lamego irá diariamente acompanhar e informar a evolução da situação de uma forma transparente, apelando ao contributo de todos para que, com a adoção de comportamentos, Lamego possa retomar a sua normalidade na próxima reavaliação.

O NOSSO FUTURO DEPENDE DE SI
CUMPRA AS REGRAS
LAMEGO AGRADECE

Antigas escolas primárias à venda por hasta pública

2020 123Com o objetivo de garantir uma melhor utilização dos imóveis, devolutos desde há muitos anos, por parte da iniciativa privada que poderá garantir a adequada recuperação e dinamização, a Câmara Municipal de Lamego vai colocar à venda os edifícios de quatro antigas escolas primárias. Para isso, abriu um procedimento por hasta pública que decorrerá no Salão Nobre dos Paços do Concelho, no próximo dia 19 de novembro, pelas 10 horas.
Os edifícios escolares do concelho que serão alienados estão situados em Parada do Bispo, Molães (Penajóia), Pretarouca e Valdigem. O valor base de licitação destes prédios urbanos é, respetivamente, de 69 mil euros, 61 mil e 200 euros, 50 mil euros e 75 mil euros. No âmbito deste processo de hasta pública, serão admitidos apenas, para cada lote, lanços e/ou múltiplos de 1500 euros, à exceção da alienação da escola primária de Pretarouca, no qual serão admitidos lanços de 1000 euros.

Contactos

Câmara Municipal de Lamego
  • Av. Padre Alfredo Pinto Teixeira, 5100 - 150 Lamego
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Telef.: 254 609 600 Fax.: 254 609 601
Comunicação de Avarias
  • Serviço de Águas - 254 609 609

Horário do Município

Horário de Atendimento ao Público
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 17H00
Hórário de Atendimento Tesouraria
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 15H30
             HORÁRIOS CONTINUOS
 

Newsletter

Usamos próprios e cookies de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera aceitar a nossa política de cookies.