goo vimeo rss facebook

Antigo matadouro renasce como polo cultural

Abandonado durante décadas, em estado de completa ruína, o Município de Lamego está a transformar o antigo matadouro municipal num moderno Centro Cívico. A reabilitação deste histórico edifício dará lugar, até ao final do ano, a um novo polo de criatividade e cultura que terá o Rancho Regional de Fafel como entidade residente.
"O antigo matadouro de Lamego vai renascer como um local de criação e ganhar novas funções. Vamos resgatar este edifício para que seja um novo espaço de encontro que funcione como uma alavanca para a dinamização estratégica da zona envolvente, nomeadamente o novo Parque Urbano que está a nascer mesmo ali ao lado", explica Francisco Lopes, Presidente da Câmara Municipal de Lamego. 
Criado em 1937, o antigo matadouro municipal serviu nos últimos tempos para depósito de diversos materiais e de veículos abandonados recolhidos na via pública. As obras de reabilitação em curso incidem no corpo central do edifício e em duas alas laterais de menor porte, para além de um logradouro. Esta intervenção tem a preocupação de articular o imóvel com a envolvente urbana e paisagística, ligando-o ao futuro Parque Urbano, a maior zona verde pública da cidade que a autarquia está a construir.

Vacinação de crianças começou no Centro Multiusos

O período de vacinação exclusivo para as crianças e para a comunidade escolar arrancou na manhã desta quinta-feira, dia 6, a nível nacional. Em Lamego, muitas famílias deslocaram-se ao Centro Multiusos para os mais novos receberem a vacina contra a Covid-19 e ficarem mais protegidos.
De forma a alegrar o momento, a Câmara Municipal de Lamego preparou para este dia uma visita, a cavalo, dos Reis Magos que trouxeram de presente algumas guloseimas.
A Vice-Presidente Catarina Ribeiro acompanhou esta iniciativa e conversou com alguns pais e encarregados de educação que manifestaram a sua satisfação pelos filhos já estarem vacinados. Tal como hoje, nos próximos dias a autarquia vai assegurar mais animação.

O segundo período de vacinação exclusivo para as crianças, entre os 5 e os 11 anos de idade, decorre até domingo.

Exposição de presépios para ver até 9 de janeiro no Bairro do Castelo

Até 9 de janeiro, continua patente uma exposição de presépios na Galeria do Solar da Porta dos Figos, situada no Bairro do Castelo de Lamego. Diversos estabelecimentos de ensino, juntas de freguesia, IPSS e associações, bem como artistas e artesãos locais, colocaram mãos à obra e deram provas da sua criatividade e originalidade na construção de várias representações do nascimento do Menino Jesus.
Esta mostra insere-se na programação "Natal, Comércio Tradicional”, organizada pelo Município de Lamego, que reúne mais de 20 presépios artesanais concebidos por diferentes entidades. Há criações para todos os gostos e de todos os tamanhos, criados especialmente para esta ocasião.
Visite esta exposição, em segurança, de terça-feira a domingo, das 10h às 18 horas. A entrada é livre.

Câmara de Lamego torna-se membro fundador da Fundação de Serralves

O Município de Lamego tornou-se membro fundador da Fundação de Serralves, ao abrigo de um protocolo de cooperação estabelecido entre as duas instituições. Através desta nova parceria, a Câmara Municipal de Lamego passa a integrar o grupo de membros fundadores de Serralves possibilitando assim à população lamecense e às entidades locais um acesso mais alargado e uma maior proximidade à arte, à cultura, às indústrias criativas e às diversas iniciativas de sensibilização ambiental promovidas pela Fundação. Anualmente decorrerá ainda um evento cultural em Lamego sob a chancela de Serralves.

Aprovado orçamento de 34 milhões da Câmara de Lamego para 2022

O orçamento da Câmara Municipal de Lamego para 2022 no valor de 34 milhões de euros foi aprovado em Assembleia Municipal, sem votos contra. Na mesma sessão, foram aprovadas as Grandes Opções do Plano e o Mapa de Pessoal.
O Presidente da Câmara Municipal de Lamego, Francisco Lopes, refere que este orçamento “permitirá retomar o desenvolvimento local assente no crescimento socioeconómico, na melhoria do bem-estar e da qualidade de vida das pessoas e animais, na promoção da sustentabilidade, na fixação de novos residentes e na proximidade às pessoas”. “A capacidade de gerar ideias, lançar projetos e fazer obra é reconhecida pelos eleitores e é um traço distintivo deste executivo municipal”, sublinha.
O orçamento prevê a redução dos custos correntes de estrutura e o aumento do esforço de captação de novas receitas, com o objetivo de potenciar a execução do investimento em políticas públicas de promoção de igualdade de oportunidades, que garantam a coesão e a igualdade social e geracional. O documento, que integra as Grandes Opções do Plano, é realista, apesar da conjuntura pautada pela imprevisibilidade, e procura dar sinais positivos às famílias e às empresas. Prevê, por esta razão, a conclusão das obras que estão em curso no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) de Lamego e a execução de novos projetos para responder às aspirações dos lamecenses, das empresas e das instituições, nomeadamente a criação de soluções de habitação acessível para jovens e famílias de classe média, bem como habitação social para famílias carenciadas, e a definição de uma nova infraestrutura de acolhimento empresarial. “Assumimos o passivo da governação cessante, que foi incapaz de concretizar os investimentos projetados e já financiados por fundos comunitários e de lançar novos projetos a candidatar ao PRR – Plano de Recuperação e Resiliência e ao Portugal 2030”, garante Francisco Lopes. Em nome da estabilidade fiscal, mantém-se o valor de todos os impostos.

Autarquia apoia comércio local com isenção de rendas

Para apoiar todos aqueles que tiveram uma perda significativa de rendimentos, devido à pandemia da COVID-19, a Câmara Municipal de Lamego prorrogou a isenção do pagamento das rendas dos edifícios municipais e dos lugares da feira semanal e do Mercado Municipal. 
Esta medida excecional vigorará até ao próximo dia 31 de março, visando auxiliar as famílias que dependem das atividades económicas desenvolvidas nestes locais, num contexto de crise económica e social e de elevada perda de receitas.
A prorrogação da isenção da cobrança das rendas e taxas também dá resposta à incerteza em relação ao fim da atual pandemia.

Benvinda Guedes apresentou "Lamego é um Jardim"

O Município de Lamego continua a apoiar ativamente todas as manifestações culturais existentes no concelho, através, por exemplo, da promoção de um vasto conjunto de ações de divulgação de obras da autoria de personalidades locais e regionais e de livros que se debruçam sobre a realidade sociocultural da nossa região. 
Neste sentido, o Salão Nobre dos Paços do Concelho foi, a 18 de dezembro, o palco escolhido para a apresentação pública da obra “Lamego é um Jardim", o quinto livro da autoria de Benvinda da Silva Guedes, com a presença de Catarina Ribeiro, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Lamego.
Durante a sessão pública de apresentação, atuou um trio de cordas da Academia de Música de Lamego e foram declamados alguns poemas da autoria de Benvinda Guedes.

Lamego acolheu início das celebrações dos 20 Anos do Douro Património da Humanidade

No dia em que se completaram vinte anos sobre a inscrição do Alto Douro Vinhateiro na lista de Património Mundial, enquanto “Paisagem Cultural, Evolutiva e Viva”, a cidade de Lamego recebeu o arranque das comemorações que vão assinalar nos próximos meses a classificação atribuída pela UNESCO. A sessão evocativa, promovida pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Norte, contou com a presença da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa. “O que o Douro e todo o território tem que reclamar é um Estado menos centralista, e que no Governo, no Conselho de Ministros tenhamos mais país”, salientou, referindo que não se pode continuar a ver o país com “as lentes de Lisboa”.
Perante uma plateia repleta de autarcas e responsáveis de muitas instituições e associações regionais, Ana Abrunhosa anunciou o objetivo da reabertura da linha do Douro até à fronteira: "Vamos fazer a linha do Douro. É um desígnio deste território. Mal andariam os governos que não apoiassem o projeto. E não é só até Barca d"Alva. Importa ter a capacidade de convencer os irmãos do outro lado de como é importante esta linha até Salamanca".

Município de Lamego dá as boas-vindas a Projeto Erasmus

Os alunos e os professores que integram o Projeto Erasmus + KA229 “Paseando entre Estatuas” foram recebidos no Teatro Ribeiro Conceição (TRC), em Lamego, por Catarina Ribeiro, Vereadora da Educação da Câmara Municipal. No âmbito do projeto cultural a desenvolver durante este ano letivo, no âmbito deste projeto, está a ser aprofundado o contexto histórico relacionado com o busto do escritor Fausto Guedes Teixeira, situado no Jardim da República, e a estátua de D. Miguel de Portugal, Bispo de Lamego, erguida em frente ao Museu da cidade. No final da sessão realizada no TRC, foi oferecido aos professores estrangeiros e aos professores da disciplina de espanhol um exemplar da obra “Fausto Guedes Teixeira – O Meu Livro – Uma Leitura”, da autoria de Manuela Vaquero.

Contactos

Câmara Municipal de Lamego
  • Av. Padre Alfredo Pinto Teixeira, 5100 - 150 Lamego
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Telef.: 254 609 600 Fax.: 254 609 601
Comunicação de Avarias
  • Serviço de Águas - 254 609 609

Horário do Município

Horário de Atendimento ao Público
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 17H00
Hórário de Atendimento Tesouraria
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 15H30
             HORÁRIOS CONTINUOS
 

Newsletter

Usamos próprios e cookies de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera aceitar a nossa política de cookies.