goo vimeo rss facebook

"Entrelinhas - Crescer a Ler" já percorre as bibliotecas do concelho

O novo projeto de animação de leitura do concelho de Lamego, dirigido às crianças do pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico, já está a percorrer,  em regime de itinerância, as bibliotecas escolares locais, de modo a proporcionar aos mais pequenos diferentes experiências de estimulação para a leitura. Esta semana, foi a vez da Biblioteca Municipal de Lamego acolher o Jardim de Infância "O Pintinhas" para explorar o livro "O Lápis Mágico de Malala", de Malala Yousafzai, complementada, no final, com a realização de atividades de expressão plástica. 
Até ao próximo mês de junho, está previsto que o projeto “Entrelinhas - Crescer a Ler” promova, ao longo de mais de 70 sessões, o contacto regular e ativo com a leitura, cruzando-a com outras linguagens (teatro, artes plásticas...), explorando para isso um grande leque de temáticas, nomeadamente a sustentabilidade ambiental, a multiculturalidade, a inclusão social, a alimentação saudável e a cidadania. 

Exposição coletiva de pintura patente ao público no TRC

Uma grande exposição coletiva de pintura é a nova proposta cultural que o Teatro Ribeiro Conceição apresenta a partir do próximo sábado, dia 8, que promete surpreender o público. Esta mostra reúne vários trabalhos das artistas plásticas Carmo Paulino, Joana Laranjo, Odete Marília e Maria Eugénia Coutinho. 
Até 8 de março, fica o convite do Município de Lamego para vir ao Salão Nobre Albano Vaquero para apreciar o talento e a criatividade destas artistas que refletem diversas técnicas e conceitos estéticos e que residem em vários pontos do país.
A entrada é livre.

CARMO PAULINO
Carmo Paulino nasceu em 1956, é natural de Albergaria-a-Velha – Aveiro. É artista plástica formada em Artes Plásticas pela Escola Superior de Belas Artes do Porto (ESBAP), integrando desde 2017 o projeto Cultura Que Une (Douro / Galiza). A artista realizou e participou em inúmeras exposições individuais e coletivas, trabalhou como professora de Artes Visuais do Ensino Secundário, foi ilustradora em publicações infanto-juvenis, colaborou na produção da curta-metragem de cinema de animação “O Alma Grande” e foi a artista plástica na produção das máscaras do Projeto Anima, no Museu do Teatro de Marionetas do Porto. Atualmente, reside no Peso da Régua, onde se dedica às suas criações artísticas.

Patronato Álvares Pereira reflete sobre o futuro em ano de centenário

A 20 de janeiro de 1920, após "uma análise profunda sobre a problemática da educação em Portugal por diversas individualidades de Lamego, uniram-se vontades e juntaram-se esforços para ajudar no combate nacional contra o analfabetismo", criando a Associação de Proteção à Juventude Pobre de Lamego, uma escola dirigida aos rapazes mais desfavorecidos, dando origem ao Patronato Nuno Álvares Pereira. Ao longo do último século, foram muitos os alunos que aprenderam aqui as primeiras letras e, acima de tudo, "incorporaram os princípios e valores que foram sempre o baluarte da instituição".
Nos próximos meses, é celebrado o centenário do Patronato Nuno Álvares Pereira, com a realização de um programa diversificado de iniciativas de índole institucional, cultural e social. A Sessão Solene de Comemoração deste Centenário decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, este sábado à tarde, para marcar o arranque oficial das comemorações. "Sublinho o percurso de 100 anos desta instituição que cumpriu a sua missão com orgulho e vaidade, patente em todos aqueles que passaram por lá. É preciso que o Patronato se mantenha com os mesmos valores, mas será necessário encontrar um novo caminho. Por parte da Câmara Municipal de Lamego, terá todo o apoio e respeito", garantiu o Presidente Ângelo Moura. Durante a sua intervenção, Alberto Almeida, Presidente da Direção, também sublinhou os desafios que se colocam no futuro: "Será um ano de festa e de celebração, mas também uma oportunidade para o Patronato refletir sobre si próprio, relembrar o seu papel na sociedade e criar as estratégias para o futuro, numa lógica de renovação, embora não perdendo nunca de vista a sua matriz identitária".

Benvinda Guedes apresentou "Amanhecer" nos Paços do Concelho

b guedesO Município de Lamego continua a apoiar ativamente todas as manifestações culturais existentes no concelho, através, por exemplo, da promoção de um vasto conjunto de ações de divulgação de obras da autoria de personalidades locais e regionais e de livros que se debruçam sobre a realidade sociocultural da nossa região. Neste sentido, o Salão Nobre dos Paços do Concelho foi, a 2 de fevereiro, o palco escolhido para a apresentação pública da obra “Amanhecer", o quarto livro da autoria de Benvinda da Silva Guedes, com a presença de Ana Catarina Rocha, Vereadora com o pelouro da Cultura.
Natural de Lamego, a autora colaborou ao longo da vida, com diversas instituições sociais do concelho: a Liga Portuguesa Contra o Cancro, a Cruz Vermelha Portuguesa e a Liga dos Amigos de Hospital de Lamego, sendo uma das primeiras voluntárias. No plano literário, publicou anteriormente as obras “Recordando” (2004), “Sorrir à Vida” (2012) e “Raio de Sol” (2018). No dia da apresentação de "Amanhecer", Benvinda Guedes completou mais um aniversário. A apresentação da obra esteve a cargo de André Freire, médico luso-brasileiro, um evento que contou ainda com momentos de música, declamação de poesia e o humor da dupla "Marias Malucas".

Lazarim volta a dar vida ao entrudo mais genuíno do país

O entrudo mais genuíno e tradicional do país volta a sair à rua de 22 a 25 de fevereiro na pequena vila de Lazarim. Organizado em parceria, pela Junta de Freguesia e pela Câmara Municipal de Lamego, com o apoio do Centro Interpretativo da Máscara Ibérica (CIMI) e do Grupo Confrasilvas, o Entrudo de Lazarim é o símbolo do sentir e da arte popular desta povoação.
Conhecida pelos seus populares caretos, esculpidos em madeira de amieiro, esta tradição é uma representação única de encenações antigas da cultura portuguesa. Mais uma vez, são esperados milhares de visitantes, para verem a desfilar as máscaras diabólicas e carrancudas, fruto de um trabalho muito minucioso e paciente de artesãos locais que lutam para preservar a memória histórica desta comunidade.

Ministro da Defesa sublinha que CTOE tem "mística muito especial"

A cidade de Lamego recebeu a primeira etapa do Roteiro de Defesa Nacional que o ministro João Gomes Cravinho pretende realizar nos próximos meses em todo o país, com o objetivo de promover o conhecimento e a cultura desta área em diferentes regiões, criando oportunidades privilegiadas de contacto entre decisores e cidadãos, administração central e local, sociedade civil e família militar. Ao longo de dois dias, o Ministro da Defesa Nacional esteve em Lamego para visitar o gabinete de Atendimento ao Público do Exército, o Núcleo da Liga dos Combatentes e, por último, o Centro de Tropas de Operações Especiais (CTOE), unidade que forma militares na área das Operações Especiais e apronta a Força de Operações Especiais, popularmente conhecidos como "Rangers". 
Neste local, teve a oportunidade de visitar, pela primeira vez, os aquartelamentos reabilitados, no âmbito dos investimentos já concretizados na melhoria das infraestruturas militares. Ao seu lado, o Presidente da Câmara Municipal de Lamego, Ângelo Moura, destacou que “esta unidade está umbilicalmente ligada à cidade e à região”, fazendo parte da sua história. “É essencial a continuação desta unidade que, para além desta afirmação histórica, tem esta ligação muito afetuosa que todos podemos sentir pelos quatro cantos do mundo”, explicou. 

Gomes Cravinho vem a Lamego em Roteiro de Defesa Nacional

O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, desloca-se entre segunda e quarta-feira aos municípios de Lamego, Baião e Vila Real naquele que será o primeiro Roteiro de Defesa Nacional. Estes programas descentralizados destinam-se a promover um conhecimento e uma cultura de Defesa Nacional nas diferentes regiões do território nacional, em parceria estreita com os municípios e os governos regionais, criando oportunidades privilegiadas de contacto entre decisores e cidadãos, administração central e local, sociedade civil e família militar.
No primeiro dia, 27 de janeiro, João Gomes Cravinho vai estar em Lamego, onde visitará um dos 17 gabinetes de Atendimento ao Público, que o Exército disponibiliza em vários pontos do país e que servem sobretudo para garantir um maior acesso das populações a informação sobre o serviço militar. Seguir-se-á uma visita ao núcleo de Lamego da Liga dos Combatentes. 
Na manhã do segundo dia, 28 de janeiro, o destaque vai para a deslocação ao Centro de Tropas de Operações Especiais, unidade destinada à formação de militares na área das Operações Especiais e ao aprontamento da Força de Operações Especiais (FOE), popularmente conhecidos como "Rangers". No local, o Ministro visitará também os aquartelamentos reabilitados, no âmbito dos investimentos já concretizados, na melhoria das infraestruturas militares. 

Programa em Lamego
27 de janeiro
17h30 – Visita ao Gabinete de Atendimento ao Público do Exército
18h30 – Visita conjunta ao Núcleo de Lamego da Liga dos Combatentes

28 de janeiro
8h30 – Visita ao Centro de Tropas de Operações Especiais 
9h40 – Visita ao Aquartelamento de Penude
          - Exposição de meios e equipamentos da Força de Operações Especiais
          - Demonstração técnico-tática de uma Special Operation Task Unit (SOTU)
          - Formatura da SOTU
11h00 – Visita ao Castelo de Lamego
Local: Núcleo Arqueológico de Lamego

Novo projeto em Lamego quer que as crianças cresçam a ler

A Biblioteca Municipal de Lamego, o projeto "Lamego Educa" e a Rede de Bibliotecas do concelho uniram esforços com o objetivo de criar um novo programa de animação de leitura, especialmente dirigido às crianças do pré-escolar e do 1º ciclo do ensino básico. Em articulação estreita com os outros parceiros, a equipa multidisciplinar do "Lamego Educa" vai dinamizar nas bibliotecas escolares o projeto “Entrelinhas - Crescer a Ler”, de modo a proporcionar aos mais pequenos diferentes experiências de estimulação para a leitura e "transportá-las para outra dimensão: a imaginação e a criatividade". O primeiro livro a explorar já foi selecionado: "O Lápis Mágico de Malala", de Malala Yousafzai.
Até ao próximo mês de junho, o livro assumirá, deste modo, o papel principal desta iniciativa pedagógica, sendo abordado como um objeto de prazer e de educação literária, para que a criança encontre nele a satisfação das suas necessidades de ocupação dos tempos livres, de desenvolvimento da criatividade, sentido estético, imaginação e prazer individual. O projeto “Entrelinhas - Crescer a Ler” permitirá um contacto regular e ativo com a leitura, cruzando-a com outras linguagens (teatro, artes plásticas...).
Neste âmbito, está previsto a exploração de um grande leque de temáticas, nomeadamente a sustentabilidade ambiental, a multiculturalidade, a inclusão social, a alimentação saudável e a cidadania.
Mais informação em http://biblioteca.cm-lamego.pt/

Formação ajuda profissionais a lidar com alergias

As alergias alimentares e os respetivos sintomas, exames e tratamentos estiveram no centro das preocupações da ação de formação que decorreu esta segunda-feira no Centro Escolar de Lamego nº1, com a participação de mais de 50 profissionais das áreas da educação e da saúde. Promovida pelo Município de Lamego, no âmbito do projeto "Lamego Educa - Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar", esta iniciativa contou com a colaboração de diversas instituições, nomeadamente do Serviço de Pediatria do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro e da Escola de Hotelaria do Douro-Lamego.
Num primeiro momento, a palestra da pediatra Márcia Quaresma abordou o tema da anafilaxia, a reação alérgica mais grave, que pode resultar em dificuldade respiratória, perda de consciência ou mesmo morte se não for imediatamente tratada. A ação "Alerta Alergia" prosseguiu depois com a realização de uma sessão de esclarecimento com a intervenção da equipa multidisciplinar do Serviço de Pediatria daquele estabelecimento de saúde. O público procurou, durante esta ocasião, esclarecimentos adicionais sobre formas de confeção, não contaminação e atuação na preparação dos alimentos.
A sessão encerrou depois com uma degustação de receitas com alternativas válidas face às alergias, confecionadas pela Escola de Hotelaria. Para breve, está prevista a apresentação pública de um livro com estas receitas.

Contactos

Câmara Municipal de Lamego
  • Av. Padre Alfredo Pinto Teixeira, 5100 - 150 Lamego
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Telef.: 254 609 600 Fax.: 254 609 601

Horário do Município

Horário de Atendimento ao Público
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 17H00
Hórário de Atendimento Tesouraria
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 15H30
             HORÁRIOS CONTINUOS
 

Newsletter

Usamos próprios e cookies de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera aceitar a nossa política de cookies.