goo vimeo rss facebook

Comunicado do Presidente da Câmara Municipal | A Romaria de Portugal

Festas Remedios3Como é consabido, a 30 de janeiro de 2020, a Organização Mundial da Saúde declarou o surto de COVID-19 uma emergência de saúde pública de âmbito internacional, tendo declarado o surto como uma pandemia a 11 de março de 2020.
A Direção-Geral da Saúde (DGS), enquanto Autoridade Nacional da Saúde Pública, emitiu a Informação n.º 006/2020, de 28 de fevereiro, com recomendações para eventos públicos e eventos de massas, a qual foi substituída pela Orientação n.º 007/2020, de 10 de março, atualizada em 16 de março de 2020, onde recomenda o adiamento ou cancelamento de eventos de massas com o objetivo de evitar a propagação do vírus entre um elevado número de pessoas em espaços confinados.
Por sua vez, através de comunicado do Conselho Permanente da Conferência Episcopal Portuguesa, datado de 8 de maio de 2020, no seu ponto 79, é referido que: “Peregrinações, procissões, festas, romarias, concentrações religiosas, acampamentos e outras atividades similares em grandes grupos, passíveis de forte propagação da epidemia, continuam suspensas até novas orientações.”
Em 29 de maio de 2020 é publicada a Lei n.º 19/2020, que vem proibir a realização de Festivais e espetáculos de natureza análoga até 30 de setembro de 2020.
À semelhança de anos transatos, o planeamento e organização das Festas em Honra de Nossa Senhora dos Remédios – A Romaria de Portugal, foi confiado à Comissão de Festas, a qual deu início aos trabalhos de preparação da edição das Festas para o ano de 2020, no final do ano de 2019, e que após meses de trabalho, viu a sua atividade abruptamente interrompida, precisamente a 9 de março de 2020, dia em que foi aprovado o plano de contingência municipal.
Desde então, o Município e a Comissão de Festas têm acompanhado a evolução do contexto de pandemia, mantendo contacto regular com as instituições governamentais, religiosas, autoridades de saúde e de proteção civil, com quem sempre se coordenaram.
Na sequência do exposto, as Festas em Honra de Nossa Senhora dos Remédios – A Romaria de Portugal, não poderão ser realizadas no presente ano, nos moldes a que estamos habituados e que sempre desejamos, estando por isso cancelados todos os eventos musicais com público, bem como as famosas Marcha Luminosa, Batalhas das Flores, Cortejo Etnográfico e a Majestosa Procissão de Triunfo, o que também mereceu acolhimento por parte da Câmara Municipal e da Irmandade de Nossa Senhora dos Remédios.
Decisão extremamente difícil, eventualmente uma das decisões mais difíceis que alguma vez foi tomada sobre as Festas, mas com consciência e com a certeza que é a melhor forma de garantir a saúde pública e de prevenir um possível e eventual surto e a criação de uma ou várias cadeias de transmissão do novo Coronavírus – Covid 19.
Apesar deste contexto, Lamego não deixará de Homenagear a sua Padroeira, a Nossa Senhora dos Remédios, tendo sido já delineadas iniciativas que permitirão aos Lamecenses comemorar condignamente a sua "Romaria de Portugal" as quais, em momento oportuno, serão divulgadas.
Assumido fica o compromisso de, em 2021, com esta situação de pandemia debelada, como todos esperamos, as Festas em Honra de Nossa Senhora dos Remédios serão celebradas com redobrada ambição e dignidade.
 
Até lá #vamossermaravilha
 

CIMI - Rituais de Inverno com Máscaras

Numa colaboração entre o Município de Lamego e o Museu do Abade de Baçal, o Centro Interpretativo da Máscara Ibérica (CIMI), em Lazarim, apresenta agora uma nova exposição: “Rituais de Inverno com Máscaras”.
Coordenada por Benjamim Pereira, esta mostra apresenta o resultado de um trabalho de pesquisa, levado a cabo nos primeiros anos do século XXI, ao nível de um levantamento fotográfico e no que respeita a uma coleção de máscaras e trajes utilizados nos rituais de inverno no nordeste transmontano. A nova exposição abarca diferentes festividades deste território que apresentam um caráter vincadamente social e lúdico e aquelas que o articulam com uma natureza marcadamente religiosa. É ainda apresentado um documentário com o mesmo título, da autoria de Catarina Alves Costa e Catarina Mourão.
Patente ao público a partir de hoje, dia 31, e até 1 de novembro, a exposição “Rituais de Inverno com Máscaras” concretiza um projeto acarinhado pelo Instituto dos Museus e da Conservação, visando a divulgação do Ciclo Festivo de Inverno no Nordeste Transmontano.
De entrada livre, o CIMI está aberto de terça a domingo, das 10h às 17 horas.

Peddy Paper cidadania e património local

peddyO Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Município de Lamego - "Lamego Educa" - promoveu esta semana o "II Peddy Paper Cidadania e Património Local", uma prova pedestre de orientação participada por 45 crianças do 1º ciclo dos agrupamentos de escolas da Sé e Latino Coelho.
Acompanhados por dois orientadores, os mais pequenos puderam recorrer, nesta segunda edição, às novas tecnologias, através da exploração de Realidade Aumentada. Durante esta aventura, foram desafiados a explorar cinco locais de elevada relevância no contexto histórico e cultural da região: a Sé Catedral, o Museu de Lamego, o Castelo, a Igreja de Almacave e os Paços do Concelho. Os objetivos pedagógicos desta ação abrangeram o desenvolvimento de diversas vertentes: aquisição de conhecimento, atividade física, raciocínio lógico, construção de estratégias, trabalho em equipa e capacidade cognitiva. Em cada ponto do itinerário tiveram ainda acesso a uma infografia, através da utilização da plataforma "Lamecus Educa", respondendo depois ao QUIZ.

Risco no tempo patente ao público na Galeria Solar da Porta dos Figos - Lamego

r tA exposição "Risco no tempo" com trabalhos dos artistas plásticos Ângelo Ribeiro e Moisés Tomé, é a nova proposta cultural do Município de Lamego a apresentar na Galeria de Arte do Solar da Porta dos Figos, situada no Bairro do Castelo. A mostra estará patente ao público a partir deste sábado, dia 8, pelas 18 horas, até ao dia 6 de setembro.
Em "Risco no tempo", Ângelo Ribeiro apresenta três séries de trabalhos que refletem sobre o posicionamento do humano na contemporaneidade. O seu discurso expositivo inicia com "Quanto pesa o teu coração", onde discursa sobre o livre arbítrio e como as escolhas se refletem no coração/sentimento enquanto elemento essencial à vida humana. Em "Qual o valor humano" é questionado se o valor da vida humana é uno e imutável ou se depende da raça, do credo, da idade, do poder económico ou de outras construções alheias à sua condição. Por último, em "Territórios de sonho" abrem-se as portas para construções plásticas que exploram a representação do imaterial enquanto narrativas de utopia.
Por outro lado, o artista plástico Moisés Tomé apresenta desenhos a tinta da china como estudos preparatórios para esculturas. Projetos autónomos e com uma identidade e realidade próxima da dimensão arqueológica, da história e estórias de objetos e espaços da memória física e inventada do artista. Apresenta ainda uma pequena série de esculturas em bronze ligadas à investigação do autor, à modelação e fundição por cera perdida.
Para ver de terça a domingo, entre as 10h e as 17 horas. A entrada é livre.

Peddy Paper explorou cidadania e património local

peddyO Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Município de Lamego - "Lamego Educa" - promoveu esta semana o "II Peddy Paper Cidadania e Património Local", uma prova pedestre de orientação participada por 45 crianças do 1º ciclo dos agrupamentos de escolas da Sé e Latino Coelho.
Acompanhados por dois orientadores, os mais pequenos puderam recorrer, nesta segunda edição, às novas tecnologias, através da exploração de Realidade Aumentada. Durante esta aventura, foram desafiados a explorar cinco locais de elevada relevância no contexto histórico e cultural da região: a Sé Catedral, o Museu de Lamego, o Castelo, a Igreja de Almacave e os Paços do Concelho. Os objetivos pedagógicos desta ação abrangeram o desenvolvimento de diversas vertentes: aquisição de conhecimento, atividade física, raciocínio lógico, construção de estratégias, trabalho em equipa e capacidade cognitiva. Em cada ponto do itinerário tiveram ainda acesso a uma infografia, através da utilização da plataforma "Lamecus Educa", respondendo depois ao QUIZ.

CIMI apresenta Rituais de Inverno com Máscaras

r iNuma colaboração entre o Município de Lamego e o Museu do Abade de Baçal, o Centro Interpretativo da Máscara Ibérica (CIMI), em Lazarim, apresenta agora uma nova exposição: “Rituais de Inverno com Máscaras”.
Coordenada por Benjamim Pereira, esta mostra apresenta o resultado de um trabalho de pesquisa, levado a cabo nos primeiros anos do século XXI, ao nível de um levantamento fotográfico e no que respeita a uma coleção de máscaras e trajes utilizados nos rituais de inverno no nordeste transmontano. A nova exposição abarca diferentes festividades deste território que apresentam um caráter vincadamente social e lúdico e aquelas que o articulam com uma natureza marcadamente religiosa. É ainda apresentado um documentário com o mesmo título, da autoria de Catarina Alves Costa e Catarina Mourão.
Patente ao público a partir de hoje, dia 31, e até 1 de novembro, a exposição “Rituais de Inverno com Máscaras” concretiza um projeto acarinhado pelo Instituto dos Museus e da Conservação, visando a divulgação do Ciclo Festivo de Inverno no Nordeste Transmontano.
De entrada livre, o CIMI está aberto de terça a domingo, das 10h às 17 horas.

AVISO: Interrupção da circulação automóvel na estrada da Curvaceira

A Câmara Municipal de Lamego informa que, devido à realização das obras da empreitada de recolha, transporte e tratamento de águas residuais na freguesia da Penajóia, será interrompida a circulação automóvel na EM537, Lugar da Curvaceira, de 28 de julho a 13 de agosto. Os trabalhos vão decorrer em quatro fases distintas, entre as 8h e as 17 horas, ficando sempre que possível a estrada em condições transitáveis no restante horário.
Durante este período, os automobilistas devem respeitar a sinalização temporária existente no local e os condicionalismos apresentados pelas autoridades competentes.
A Câmara Municipal de Lamego apela à compreensão de todos por eventuais incómodos causados aos automobilistas.

Jornadas Lamego Educa partilhou projetos de sucesso

jor lmMais de 300 pessoas assistiram, por videoconferência, às "I Jornadas Lamego Educa" que o Município de Lamego promoveu com o objetivo de partilhar a apresentação de projetos sociais e educativos de sucesso e estimular a reflexão sobre temáticas ligadas à cidadania e à promoção do sucesso escolar. "A escola difícil e exigente é aquela que traz todos para a aprendizagem. Este trabalho é a materialização concreta do que é a escola democrática. Queremos que seja um elevador social, através da aprendizagem", defendeu João Costa, secretário de Estado Adjunto e da Educação, durante a Sessão de Abertura do encontro.
Divididas em três painéis distintos, as "I Jornadas Lamego Educa" constituíram uma oportunidade única para a comunidade educativa escutar da parte de investigadores e dirigentes do setor de que forma as aprendizagens essenciais ao longo da vida confluem para a formação de indivíduos participativos, iniciando o caminho do exercício da cidadania. Neste contexto, Ana Catarina Rocha, Vereadora da Educação da Câmara de Lamego, sublinhou durante a sua intervenção a importância do projeto municipal "Lamego Educa", financiado pelo NORTE 2020. Cabe a este programa a tarefa de prevenir e reduzir o abandono escolar precoce, bem como promover a melhoria do sucesso educativo, através da criação de condições de acesso a uma educação de qualidade. "No atual contexto de pandemia, algumas famílias não dispunham de meios digitais para uma efetiva comunicação com a escola. O Município de Lamego implementou uma estrutura de comunicação dedicada entre escola-família, garantindo a entrega de material pedagógico, para que todos continuem o seu percurso educativo", destaca.
Os interessados podem rever as "Jornadas Lamego Educa" AQUI

 

Avança a requalificação do Largo dos Bancos e da Rua do Teatro

A Câmara Municipal de Lamego informa todos os munícipes que, com o arranque das obras de requalificação do espaço público do Largo dos Bancos, será necessário proceder ao condicionamento da circulação e do estacionamento automóvel nesta zona central da cidade.
Durante este período, os automobilistas devem respeitar a sinalização temporária existente e os condicionalismos apresentados pelas autoridades competentes.
A requalificação do espaço público do Largo dos Bancos visa reforçar a mobilidade pedonal nesta zona de grande afluência, bem como promover um novo espaço de lazer e convívio. Em concreto, a intervenção vai requalificar os estacionamentos e a rede viária envolvente de modo a melhorar a circulação automóvel. Todas as vias vão passar a ter apenas um sentido, à exceção do fim da Rua do Largo dos Bancos. As obras vão ainda beneficiar e alargar os passeios em algumas zonas e introduzir novos elementos arbóreos e conjuntos ajardinados.
A Câmara Municipal de Lamego apela à compreensão de todos por eventuais incómodos causados a peões e a automobilistas.

Contactos

Câmara Municipal de Lamego
  • Av. Padre Alfredo Pinto Teixeira, 5100 - 150 Lamego
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Telef.: 254 609 600 Fax.: 254 609 601
Comunicação de Avarias
  • Serviço de Águas - 254 609 609

Horário do Município

Horário de Atendimento ao Público
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 17H00
Hórário de Atendimento Tesouraria
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 15H30
             HORÁRIOS CONTINUOS
 

Newsletter

Usamos próprios e cookies de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera aceitar a nossa política de cookies.