goo vimeo rss facebook

Francisco Lopes dá prioridade às pessoas e pede auditoria

Quatro anos depois de ter deixado a Câmara Municipal de Lamego devido à lei de limitação de mandatos, Francisco Lopes está de volta à liderança da autarquia. “Trabalharemos com muita dedicação, total disponibilidade e humildade ao serviço de Lamego e dos Lamecenses. Trabalhamos hoje para assegurar qualidade de vida e desenvolvimento sustentável para nós, mas também futuro para as gerações vindouras”, garantiu na intervenção que proferiu durante a cerimónia de tomada de posse dos órgãos autárquicos realizada na última sexta-feira, dia 15, no Teatro Ribeiro Conceição.
No seu discurso, o novo Presidente da Câmara de Lamego anunciou a realização de uma auditoria externa, “por entidade independente e credível, com caráter financeiro e procedimental à ação do executivo municipal cessante”. “Os Lamecenses merecem verdade, rigor e transparência total sobre a atuação do executivo e a vida do seu município”, fundamentou. O novo autarca relatou que a reunião de transmissão de funções ficou “muito aquém dos salutares princípios da convivência democrática entre eleitos e do imperativo dever da continuidade da gestão”.“Se outras razões não houvesse, esta falha e insuficiência no processo de transição de funções seria o bastante para justificar a realização de uma auditoria à gestão autárquica que agora termina”, defendeu o autarca que já liderou esta Câmara Municipal durante três mandatos, de 2005 a 2017.

Ainda assim, Francisco Lopes disse que considera “cumprido o ritual democrático” da passagem do poder e contou que lhe foi dado “nota verbal de alguns pequenos problemas a exigir decisão urgente”. “Contratos nulos, mas com pagamentos efetuados; imóveis vendidos, mas sem a competente autorização da câmara; serviços prestados, mas sem procedimento administrativo; obras em curso, mas sem contrato; compromissos assumidos com clubes e coletividades, mas sem qualquer formalização procedimental ou orçamental”, enumerou.
No discurso de tomada de posse, no Teatro Ribeiro Conceição, Francisco Lopes também anunciou a primeira medida a tomar na liderança do executivo, que foi entretanto já cumprida. “Simbolicamente, na segunda-feira, as portas da frente do edifício dos Paços do Concelho, a casa da democracia local, estarão abertas de par em par demonstrando bem o que mudou, quem ali está e ao que vem”.
Para o futuro, enfatizou que a prioridade são “as pessoas'. Todas as pessoas, Trataremos todos os Lamecenses de igual forma, na sua dignidade, na sua qualificação, na sua empregabilidade, na sua qualidade de vida e no seu futuro”. Entre outras medidas, garantiu ainda que serão reabertos os equipamentos municipais abandonados, nomeadamente as piscinas cobertas e o Complexo Desportivo de Lamego; serão colocados em funcionamento normal os serviços municipais encerrados e disfuncionais e será revertida “a iminente perda de fundos comunitários decorrente dos projetos cancelados” pelo anterior executivo “e da ausência de novos projetos para candidatar ao PRR ou ao novo quadro comunitário”.
Durante a cerimónia pública de instalação dos Órgãos Autárquicos do Município de Lamego - Assembleia Municipal e Câmara Municipal -, que resultaram do ato eleitoral de 26 de setembro, Ricardo Morgado foi eleito o novo Presidente da Assembleia Municipal. 

Contactos

Câmara Municipal de Lamego
  • Av. Padre Alfredo Pinto Teixeira, 5100 - 150 Lamego
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
  • Telef.: 254 609 600 Fax.: 254 609 601
Comunicação de Avarias
  • Serviço de Águas - 254 609 609

Horário do Município

Horário de Atendimento ao Público
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 17H00
Hórário de Atendimento Tesouraria
        SEGUNDA A SEXTA
          08H30 ÀS 15H30
             HORÁRIOS CONTINUOS
 

Newsletter

Usamos próprios e cookies de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera aceitar a nossa política de cookies.