goo vimeo rss facebook
  •   Backup of banner site

Pelotão da Volta a Portugal em Bicicleta vai passar em Lamego

O pelotão da 77ª Volta a Portugal em Bicicleta vai passar pela cidade de Lamego, na quarta etapa da prova, que será percorrida no próximo domingo, 2 de agosto. A passagem da caravana decorrerá num dos dias mais aguardados em cada Volta a Portugal: a emocionante chegada à mítica Sra. da Graça, em Mondim de Basto. Mas antes, ainda dentro do concelho de Lamego, em Bigorne, está previsto um prémio de montanha de terceira categoria. Os corredores seguem depois em direção ao centro da cidade onde vão passar pela Av. Visconde Guedes Teixeira, por volta das 14h40.
A Volta a Portugal em Bicicleta está de regresso à estrada como acontece todos os anos desde 1927. Este ano, a maior competição velocipédica portuguesa decorre de 29 de julho a 9 de agosto. Será disputada por cerca de 140 corredores e 16 equipas que ambicionam figurar ao lado dos que têm escrito alguns dos mais belos momentos do ciclismo nacional. Entre o prólogo de Viseu e a etapa de consagração em Lisboa os participantes vão pedalar 1551,7 quilómetros.

Municípios com Centro Histórico “ganham” nova sede no bairro do Castelo

Fundada em 22 de julho de 1988, em Lamego, a Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico (APMCH) tem agora uma nova “casa” nesta cidade, situada bem no centro do histórico bairro do Castelo. As novas instalações da sede nacional da associação que tem a missão de defender, valorizar, revitalizar e animar os núcleos urbanos históricos estão alojadas no Centro de Acolhimento de Artistas que resultou da recuperação de um imóvel efetuada no âmbito das obras de regeneração urbana que integraram o projeto “Viver Lamego”. O secretário de Estado da Administração Local, António Leitão Amaro, presidiu à cerimónia de inauguração, no mesmo dia em que a APMCH celebrou o seu 27º aniversário.
Ao longo da tarde, autarcas e técnicos ligados à reabilitação do património histórico também debateram o potencial da valorização e preservação dos centros históricos, apresentando projetos-piloto nesta área concretizados em algumas cidades portuguesas. Uma mensagem trespassou todas as intervenções: “Sem gente não há património”. Uma clara chamada de atenção para a necessidade de serem implementadas políticas sociais que favoreçam a fixação de pessoas nestas zonas nobres das cidades.
A terminar, o Presidente da Câmara Municipal de Lamego e Presidente da Assembleia Geral da APMCH, Francisco Lopes, defendeu que “embora tenha sido feito um retrato ainda em dificuldades, ainda em ruínas, quando me tornei autarca apercebi-me que há muito património que está a ser requalificado, recuperado, mas que custa tanto!”. E elogia: “Os municípios têm levado a cabo um trabalho notável e esta associação tem feito um trabalho muito assertivo em prol da divulgação de boas práticas e na distinção dos melhores exemplos”. Uma opinião partilhada por Leitão Amaro que destacou que “hoje olhamos com orgulho para um conjunto de iniciativas diversas que os municípios estão a implementar. O Governo também toma a reabilitação urbana como uma aposta muito importante”.

Quer trabalhar num Call Center em Lamego?

Se tem, pelo menos o 9º ano de escolaridade (3º ciclo do ensino básico), é uma pessoa motivada, dinâmica e fala francês, esta pode ser a oportunidade de construir a sua carreira e assegurar o seu futuro.
Compareça no dia 6 ou 7 de agosto (das 10 às 16 horas) no Centro de Emprego de Lamego para realizar a entrevista de seleção.
Pode contactar o Centro de Emprego de Lamego (Av. Visconde Guedes Teixeira ,25 R/C - 5100-073 Lamego), Tel: 254655192; e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
ou diretamente a empresa responsável pelo recrutamento – Randstad, pelo telefone 707202060.

 

Feira da Bôla de Lamego uniu a dança à gastronomia

A Feira da Bôla de Lamego deu novamente a provar, a milhares de pessoas, esta maravilha do Portugal gastronómico, durante o fim de semana de 17 a 19 de julho. Tal como ocorrido em anos anteriores, a elevada procura esgotou o stock de bôlas nos stands de venda instalados na Av. Dr. Alfredo de Sousa.
À sétima edição, doze produtores locais aproveitaram o certame para divulgarem uma das iguarias mais típicas da culinária duriense: as tradicionais bôlas de Lamego. Este ano foi oferecido um novo ingrediente ao público: a realização do 38º Festival Internacional de Folclore. A ligação do certame que promove esta maravilha da gastronomia com o tradicional evento de folclore que se realiza nesta cidade visou proporcionar uma experiência mais agradável às pessoas que todos os anos visitam estas iniciativas. Organizado pelo Rancho Regional de Fafel, subiram ao palco, no sábado à noite, para além da associação anfitriã, os grupos Zpit Krakowiacy (Polónia) e Danzas de Logroño (Espanha).
A Feira da Bôla de Lamego, promovida pela Câmara Municipal, também foi impulsionada pela realização de uma promoção especial: quem comprou uma bôla pôde adquirir uma garrafa de espumante Raposeira por apenas 3€.

Mais de 300 lamecenses “encerraram” as atividades do projeto Convida a Caminhar

Criado em dezembro de 2011, o projeto ConVida a Caminhar tem percorrido várias freguesias do concelho de Lamego, incentivando pessoas de todas as idades a calçarem uns ténis confortáveis e saírem à rua. Dinamizado pelo Centro Municipal de Marcha e Corrida, a edição deste ano terminou na União de Freguesias de Cepões, Meijinhos e Melcões, com a participação de mais de 300 praticantes vindos de vários pontos do concelho.
A manhã começou em Meijinhos, com a realização de uma visita à igreja paroquial e o arranque da caminhada. A Igreja de Melcões foi o local escolhido para a primeira paragem, onde os participantes tiveram a oportunidade de restabelecer as energias com a realização de um lanche. Após a conclusão do percurso, sobrou ainda tempo para alguns momentos de diversão, com os caminheiros a participarem num almoço-convívio oferecido na Galvã, por aquela União de Freguesias, ao ritmo de muita animação musical.

Forças Armadas elogiam Município de Lamego pela organização do Dia de Portugal

O Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, General Artur Pina Monteiro, deslocou-se à cidade de Lamego para “transmitir o reconhecido apreço pelo apoio e colaboração prestados às Forças Armadas Portuguesas” pelo Município de Lamego, no âmbito das Comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. Na “Referência Elogiosa” que entregou em mãos a Francisco Lopes, Presidente da Câmara Municipal, é sublinhado “o elevado pragmatismo, o extraordinário profissionalismo e o excecional conhecimento dos recursos disponíveis, competências facilmente identificadas nos rostos daqueles que colaboraram com as Forças Armadas, permitindo que com abnegação, elevado brio e distinção se tenha prestigiado a Instituição Militar e elevado bem alto o valor da nacionalidade e do ser português”.
Pese embora a complexidade do processo de conceção das atividades e cerimónias militares realizadas no âmbito desta efeméride, foi elogiada a “singular liderança, pronta disponibilidade e uma inexcedível dedicação, evidenciados pelos diferentes responsáveis e colaboradores da Câmara Municipal de Lamego”.
Recorde-se que as Forças Armadas disponibilizaram cerca de 1800 militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea para estas comemorações, nomeadamente para a Cerimónia Militar e para o programa das Atividades Militares Complementares que receberam a visita de cerca de 2500 crianças.

Contactos

Câmara Municipal de Lamego
  • Av. Padre Alfredo Pinto Teixeira, 5100 Lamego
  • Telef.: 254 609 600 Fax.: 254 609 601

Newsletter