goo vimeo rss facebook
  •   Untitled-1 logo

Obras no Caminho da Foz melhoram circulação em Ferreiros As habitações e os terrenos agrícolas servidos...
Câmara de Lamego dá mais de 47 mil euros para bebés A Câmara Municipal de Lamego já investiu mais...
Mais de 700 pessoas caminharam para ajudar o Rui Pedro Tendo como ponto de partida o Parque Isidoro...
Lamego presta apoio psicológico gratuito a pessoas com cancro Os doentes oncológicos vão ter pela primeira...
Mercado Municipal alarga horário nas Festas dos Remédios Durante os dias de maior afluência de público...
Bandas filarmónicas percorrem cidade em desfile As três bandas filarmónicas existentes no...
“Campeão de audiências” da TVI vem domingo a Lamego A histórica Av. Dr. Alfredo de Sousa, situada...

Lamego quer “(Re)inventar o papel da Biblioteca”

“(Re)inventar o papel da Biblioteca” é o mote para a reflexão e discussão das primeiras jornadas que a Rede de Bibliotecas de Lamego promove, a 24 e 25 de outubro, e que prometem juntar, para além dos profissionais que trabalham nas bibliotecas do concelho, o público em geral. O encontro que decorrerá no Teatro Ribeiro Conceição servirá ainda para divulgar “o trabalho colaborativo que tem vindo a ser realizado e promover um espaço de reflexão e partilha no âmbito dos desafios que se colocam às bibliotecas face às diversas literacias”. A sessão de abertura será presidida pelo secretário de Estado da Educação, João Grancho.
Com um programa diversificado, cuja qualidade e interesse deriva da experiência adquirida nesta área pelos oradores convidados, as I Jornadas da Rede de Bibliotecas de Lamego confere, aos docentes participantes, 12 horas de formação (0,5 créditos) na modalidade de Curso de Formação, acreditadas pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua e certificadas nos termos da legislação em vigor pelo CEFOP-LART.
Mais informações em www.rblamego.org

AVISO: Circulação automóvel regressa ao Bairro do Castelo

A Câmara Municipal de Lamego informa todos os munícipes que a circulação automóvel na ruas do Castelo e do Castelinho, arruamentos que ligam a Porta dos Fogos e a Porta do Sol no histórico bairro do Castelo, volta a ser possível para veículos ligeiros no sentido Porta do Sol/ Praça do Comércio, a partir das 19 horas de hoje, 26 de setembro.
Esta alteração resulta da conclusão das obras de valorização do espaço público do bairro do Castelo, nomeadamente a requalificação das suas ruas e travessas.

Conferência recorda participação portuguesa na I Guerra Mundial

O Coronel David Martelo e o Coronel Luís Fraga evocaram na cidade de Lamego o centenário do início da I Guerra Mundial (1914-18) que opôs as grandes potências do mundo e durante a qual morreram nove milhões de combatentes, em grande parte provocados pelos avanços tecnológicos que determinaram um crescimento acentuado na letalidade das armas. Perante uma plateia constituída na sua maioria por auditores dos cursos de Defesa Nacional, que participaram no Encontro Nacional que decorreu na região do Douro, a conferência “A I Guerra Mundial – causas do conflito e participação portuguesa” também abordou o envolvimento de unidades militares desta região naquele conflito.
Organizada pela Associação de Auditores dos Cursos de Defesa Nacional, com o apoio da Câmara Municipal de Lamego, a palestra expôs a complexa rede de alianças políticas e militares que existia no continente europeu e que daria origem a dois grandes blocos de países em confronto. Portugal colocou-se ao lado do antigo aliado inglês, uma atitude que justificou a declaração oficial de guerra a Portugal pela Alemanha, em março de 1916.Logo no ano seguinte, as primeiras tropas, do Corpo Expedicionário Português, seguiram para os combates em direção a Flandres. Neste esforço de guerra, chegaram a estar mobilizados 200 mil homens. As perdas atingiram quase 10 mil mortos e milhares de feridos, além de custos económicos e sociais superiores à capacidade nacional.

Lamego cria Conselho Municipal de Desenvolvimento Económico

Lamego vai ter pela primeira vez na sua história um Conselho Municipal de Desenvolvimento Económico (CMDE) que irá juntar à mesma mesa “atores económicos relevantes” com o objetivo de “traçar estratégias de desenvolvimento para o Município”. Órgão de reflexão e consulta no domínio das políticas económicas, o CMDE vai integrar representantes do poder executivo, do poder deliberativo e da sociedade civil com vista à concertação de ideias e estratégias no âmbito do desenvolvimento económico do concelho. A nova organização será composta, por exemplo, por representantes de instituições do ensino superior, das principais empresas da região e de várias associações locais, entre outros.
Com supervisão da Câmara Municipal de Lamego, caberá ao futuro Conselho Municipal de Desenvolvimento Económico promover um projeto territorial que mobilize os recursos e estabeleça relações de associação e ação coletiva para estimular as atividades económicas e criar novos empregos à escala local. Nasce ainda com a missão de apoiar a autarquia na definição das políticas municipais, através da promoção da participação pública e por contributos de recolha de informação relevante sobre o concelho e as suas dinâmicas económicas e sociais. “A atual conjuntura de crise, financeira, económica e social, que o país vive, representa um novo e enorme desafio à nossa capacidade de adaptação a situações de dificuldade e escassez. Estes problemas exigem novas soluções que devem nascer de forte vontade política local, serem concebidas em amplo consenso e implementadas num enquadramento estratégico coerente e estável e com uma base de intervenção alargada, envolvendo também as instituições públicas e privadas e associativas no concelho e da sua área de influência”, explica Francisco Lopes o enquadramento estratégico que levou à criação do novo órgão de consulta.

Sénior ConVida incentiva idosos para a atividade física

O projeto Sénior ConVida vai voltar a oferecer um leque alargado de atividades, às mulheres e homens com mais de 60 anos do concelho de Lamego, com o objetivo de ocuparem os tempos livres de uma forma saudável e elevarem os níveis de autoestima. No âmbito deste programa regular, a Câmara Municipal de Lamego organiza, pelo sétimo ano consecutivo, aulas em grupo de ginástica, natação, boccia adaptado, caminhadas, para além de proporcionar momentos de dança, convívio e muitas outras iniciativas.
Este ano, o Sénior ConVida promete ultrapassar todos os recordes de participação, uma vez que aderiram à rede de parceiros deste projeto mais freguesias do concelho. A integração plena dos participantes visa aliviar a solidão a que muitos são votados ao fim de uma longa vida de trabalho e colmatar a deficiência nas respostas sociais específicas para esta camada da população. Em articulação estreita com as juntas de freguesia e as instituições particulares de solidariedade social, a autarquia de Lamego tem, durante as últimas edições, alargado o âmbito deste apoio. Recentemente, foi proporcionado, por exemplo, um maior leque de atividades físicas, nomeadamente a realização de percursos pedestres e convívios mensais, com o envolvimento do Centro Municipal de Marcha e Corrida de Lamego na rede de parceiros.

Contactos

Câmara Municipal de Lamego
  • Av. Padre Alfredo Pinto Teixeira, 5100 Lamego
  • Telef.: 254 609 600 Fax.: 254 609 601

Newsletter